• Facebook
  • Twitter
  • Google+

Tendinites

14 de fevereiro de 2014

O tendão é uma estrutura branca, parecida com uma corda, composta por fibras de colágeno de um tipo menos elástico e tecido conjuntivo.

Como prevenir as tendinitesA anatomia dessa estrutura proporciona uma grande força e resistência capaz de suportar as cargas mecânicas do corpo.

A função dos tendões é dar movimento ao osso quando o músculo é contraído, permitindo a sua locomoção.

Quando este tecido mole sofre uma sobrecarga além do que pode suportar, o tendão pode inflamar, degenerar e enfraquecer, perdendo assim a sua função de permitir a locomoção óssea. Essa sobrecarga pode ser abrupta como um entorse ou repetitiva, com a execução de movimentos constantes e diários,

Essa condição gera muita dor e incapacidade na região afetada, podendo até evoluir para uma rotura do tendão.

As regiões mais afetadas por esta inflamação são as articulações do ombro, cotovelo, quadril, joelho e tornozelo. Todas as consequências dependem do mecanismo de trauma, da situação que o corpo se encontrava antes da ocorrência e da forma como a pessoa vai abordar o problema.

Então é bom sempre prevenir as tendinites e aqui vão algumas dicas:

  •  Mantenha uma boa alimentação, ingerindo sempre bastante líquido para lubrificar as articulações.

 

  • Reduza os movimentos repetitivos e faça pequenas pausas a cada 2 horas nas atividades diárias, alongando-se para amenizar as tensões.

 

  •  Verifique o ambiente de trabalho para que esteja ergonomicamente correto, com o mobiliário adequado ao seu corpo e a sua atividade.

 

  •  Antes das atividades físicas aqueça o corpo com movimentos suaves e alongamentos que preparem a musculatura para o exercício.

 

  •  Se decidir praticar um esporte específico, como o tênis, fortaleça a musculatura antes, assim você melhora a força do tendão.

 

  • Caso você já sinta dores, fraqueza ou limitação de certos movimentos é melhor você procurar um médico especialista e iniciar seu tratamento o quanto antes.

A fisioterapia é valiosa no tratamento das tendinites, pois além de ajudar com terapia analgésica e anti-inflamatória, o fortalecimento correto da região é o processo mais importante do tratamento, prevenindo assim uma nova recidiva da lesão.

Comentários