• Facebook
  • Twitter
  • Google+

Canelite

20 de novembro de 2018

Você sabe o que é canelite? A dor, semelhante a uma queimação, pode estar localizada mais acima ou mais abaixo na canela (tíbia) e afeta, normalmente, pessoas que fazem atividade física que envolvam impacto, como a corrida, vôlei, basquete, futebol etc.  Atletas amadores, por exemplo, que iniciam atividade física ou que fazem uma mudança nos treinos, são alvos fáceis da enfermidade.

Saiba mais sobre a canelite

A dor da canelite é resultado de esforço excessivo no osso da canela (tíbia) e nos tecidos que prendem aos músculos que o rodeiam. É uma lesão ocasionada por excesso de carga e aparece quando a musculatura não suporta o esforço imposto. Ou seja, a força excessiva suportada pelas pernas faz com que os músculos inchem, aumentando a pressão contra o osso, levando à dor e inflamação. Além disso, a canelite também pode ser acompanhada de fraturas por estresse da tíbia: a batida constante das pernas no chão pode causar pequenas fissuras e, se o o corpo não tiver tempo de descansar e repará-las,  as rachaduras minúsculas podem resultar em uma fratura completa ou uma fratura de estresse. Por isso, se começar a sentir incômodos na região da canela, durante ou após a atividade física, procure um médico ou fisioterapeuta para orientar você corretamente!

Fatores de risco para a canelite

  •  Correr em superfícies inclinadas ou terreno irregular;
  • Usar calçados inadequados para corrida, trilhas ou esportes de aventura;
  • Fraqueza Muscular;
  • Fadiga Muscular – quando os músculos da perna e tendões estão cansados;
  • Falta de Flexibilidade;
  • Mulheres com distúrbios hormonais;
  • Pessoas com deficiência de cálcio nos ossos (Osteoporose e Osteopenia, por exemplo);
  • Técnicas de treinamento inadequadas.

Sintomas

  • Sensibilidade ou dor incômoda na canela;
  • Dor que piora durante ou após o exercício;
  • Dor muscular;
  • Inchaço na perna (geralmente leve, se presente).

Tratamento para a canelite

  • Procure um médico para realizar o diagnóstico;
  • Consulte um fisioterapeuta para tratar a inflamação e a dor;
  • Faça uma pausa nas atividades de impacto e sobrecarga;
  • Use compressas de gelo no local para reduzir a dor e o inchaço decorrentes da inflamação;
  • Aposte em bandagens de compressão para acelerar o processo de recuperação;
  • Invista em alongamentos para evitar a dor antes da atividade física.
Comentários