• Facebook
  • Twitter
  • Google+

Você conhece a sua Coluna Vertebral?

25 de outubro de 2016

1024-fisioteradica_voce-conhece-a-sua-coluna-regioes-da-colunaA coluna vertebral é uma das mais complexas estruturas ósseas do nosso corpo. Muito utilizada, em todos os tipos de movimentos, é a coluna que protege a medula espinhal, permite a movimentação e a marcha corporal, a manutenção da postura ereta e o suporte do peso do corpo.

Constituída por uma série de ossos, que são chamados de vértebras, a coluna é dividida por 4 regiões, a coluna cervical (pescoço), com sete vértebras, a coluna torácica (tronco), com doze vértebras, a coluna lombar (região da cintura), com cinco vértebras, e o sacro (região do quadril), com cinco vértebras fundidas.

O cóccix (ponta final da coluna) tem de quatro a cinco vértebras, também fundidas.

A coluna vertebral possui algumas curvaturas naturais que são importantes para a distribuição do peso corporal. Graças a ela, são evitadas as sobrecargas de áreas específicas do corpo e as forças compressivas são distribuídas, sem maiores esforços.

 

1024-fisioteradica_voce-conhece-a-sua-coluna-curvaturas-da-colunaAs curvaturas fisiológicas da coluna são: lordose cervical, cifose torácica, lordose lombar e cifose sacral.

Quando a coluna vertebral é vista de frente ou de costas, ela deve ser reta. Quando ela é vista de perfil (lateral), cada região apresenta-se com curvatura específica, chamada de lordose ou de cifose. É muito comum encontrarmos pessoas com essas linhas acentuadas (hiperlordose ou hipercifose), assim como encontramos também pessoas sem essas curvaturas. Quando isso acontece, chamamos de zonas planas ou com o segmento retificado.

Desde que anatômicas e desenvolvidas naturalmente, essas estruturas se estabelecem de maneira saudável. Mas algumas patologias, traumas, posturas, vícios e até mesmo o peso podem comprometer a natureza saudável dessa delicada formação. Aí é que surgem problemas agudos e crônicos que costumam dificultar muito a vida de quem sofre dos chamados problemas da coluna.

Além disso, a coluna também está envolvida na transmissão de impulsos nervosos e na coordenação de movimentos dos membros superiores e inferiores, e para esta função a medula espinhal é responsável.

1024-fisioteradica_voce-conhece-a-sua-coluna-nervos-medulaA medula espinhal é uma estrutura cilíndrica que fica dentro do canal vertebral, bem no meio das vértebras. Ela é a continuação do nosso encéfalo, saindo do crânio, passando na primeira vértebra cervical e se estende até a primeira ou segunda vértebra lombar. O comprimento pode chegar a 46 centímetros. Na sequência ou depois da segunda vértebra lombar, ela se ramifica – essas ramificações são chamadas de cauda equina.

A medula espinhal dá origem a vários pares de nervos, que são no total de 31. Esses nervos saem do canal vertebral, um para o lado direito do corpo e outro para o lado esquerdo, por isso são em pares. São os nervos da medula espinhal que conduz os impulsos nervosos e exerce funções importantes sobre os músculos, proporcionando os movimentos.

Para saber sobre terapia da coluna clique aqui
 

A Clínica de Fisioterapia Gisele Blasioli atua na prevenção e tratamento de disfunções musculoesqueléticas que afetam os ossos, músculos, tendões, ligamentos e articulações. Utiliza os recursos terapêuticos para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores. Reabilita com exercícios terapêuticos que devolvem a mobilidade corporal, fortalecendo os musculos melhorando a estabilidade articular.

A fisioterapia atua nas mais diferentes áreas com procedimentos, técnicas, metodologias e abordagens específicas que têm o objetivo de avaliar, tratar, minimizar problemas, prevenir e curar as mais variadas disfunções. Além disto, a complexidade da profissão reside na necessidade do entendimento global do ser humano.

Estas são as Dicas de Fisioterapia – Fisioteradicas! Não se esqueça de Curtir nossa página no Facebook para não perder nenhuma Fisioteradica!

Gisele Blasioli

Crefito 32610 (saiba mais)

 

Comentários