• Facebook
  • Twitter
  • Google+

Gisele Blasioli integra o time de profissionais das Olimpíadas

28 de julho de 2016

0728_Gisele-Blasioli_OlimpiadasO sonho de todo atleta é fazer parte dos jogos olímpicos e quando ainda era nadadora profissional, aos 15 anos, em Araçatuba, a fisioterapeuta Gisele Blasioli muito sonhou com essa incrível oportunidade.

Em meio as medalhas e troféus, conquistados com muita garra, nas competições estaduais e nacionais de natação que participou na juventude, Gisele nunca perdeu esse sonho de vista. Mas o que ela não imaginava era um dia participar dos Jogos Olímpicos representando o Brasil como uma profissional da saúde.

 

Há um ano, quando descobriu que o nosso país sediaria as Olimpíadas, Gisele não pensou duas vezes e logo se inscreveu para ser voluntária do Comitê Olímpico. Depois, no processo de seleção de recursos humanos, oportunidade em que participou de diversas entrevistas e testes, ela passou por todas as etapas e acabou sendo selecionada como uma das fisioterapeutas oficiais dos jogos.

Classificada como integrante das equipes de saúde, Gisele Blasioli deve seguir para o Rio de Janeiro nas próximas semanas, estreando no dia 5 de agosto, como uma das profissionais responsáveis por prestar serviços de fisioterapia aos nadadores, no local das competições.

Como fisioterapeuta oficial do Comitê Olímpico, Gisele deve trabalhar por cerca de 10 horas por dia, garantindo atendimento terapêutico aos nadadores acometidos por lesões, em consequência do desgaste físico ou acidentes, durante as competições e treinamentos.

Estar envolvida na unidade de apoio aos atletas é uma forma maravilhosa de realizar meu antigo sonho de atleta. Além da vibração das competições, vou poder ser útil aos esportistas em momentos decisivos de suas vidas e essa é uma experiência que vou levar para sempre na minha história

Gisele Blasioli

Para assumir a vaga, Gisele Blasioli fez uma série de treinamentos, on line e ao vivo, na cidade de São Paulo, finalizando seus preparativos, na semana passada, com um curso presencial intensivo de primeiros socorros aos atletas, oferecido pelos médicos professores da Universidade de Medicina do Rio de Janeiro.

Emocionada e muito feliz por vivenciar as emoções, no coração das Olimpíadas, Gisele não esconde sua ansiedade para adentrar o Estádio Aquático Olímpico, local onde ficará sediada durante todo o tempo da realização dos jogos.

“Estar envolvida na unidade de apoio aos atletas é uma forma maravilhosa de realizar meu antigo sonho de atleta. Além da vibração das competições, vou poder ser útil aos esportistas em momentos decisivos de suas vidas e essa é uma experiência que vou levar para sempre na minha história”, comenta a fisioterapeuta.

A bagagem já está pronta e o uniforme do Comitê já a espera no alojamento de profissionais. Além de trabalhar bastante, Gisele Blasioli também espera poder aproveitar seus momentos de descanso para fazer um diário de bordo com o celular, filmando e contando a sua aventura profissional aos amigos, através das redes sociais.

Comentários